ago09

Editorial do 13º Boletim Mensal OBVIO

Diagnósticos científicos

Chegamos ao 13º Boletim Mensal OBVIO, publicação do OBVIO – Observatório da Violência do Rio Grande do Norte, Grupo de Pesquisa da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), cadastrado no CNPQ, com um Laboratório de Pesquisa formado por alunos de várias instituições de nível superior como a Universidade Potiguar (UnP), Universidade Estácio de Sá e a UFRN.

Muito além de veículo de divulgação de estatísticas criminais, o OBVIO cresceu e se tornou um local de pesquisa que coleta e analisa os dados da violência homicida, transformando-as em informações científicas de qualidade reconhecida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, que conferiu por meio de iniciativa do Deputado Estadual Fernando Mineiro, uma menção honrosa por relevantes serviços prestados à sociedade potiguar.

Nesta edição, seguindo nossa tradição, na seção Artigos, trazemos duas matérias importantes e impactantes que utilizaram informações da pesquisa do OBVIO, nossa seção intitulada Primeira Análise, que como o título diz, apresenta uma análise rápida sobre a mortandade nos bairros de Natal, mostrando como deve ser entendida a dinâmica evolutiva da violência na capital potiguar, um ponto bastante relevante da nossa pesquisa-base sobre homicídios e por fim, nosso Boletim Analítico Mensal que retrata o último mês sempre comparando todo o período evolutivo do ano com o mesmo período dos dois anos anteriores.

Reiteramos nossos agradecimentos aos nossos colaboradores, um grupo composto por dezenas de agentes de segurança pública, jornalistas, estudantes, professores, líderes religiosos e tantos outros que percebem que os diagnósticos científicos do OBVIO somente intentam construir resultados que congreguem esforços em busca da paz e da melhoria da qualidade de vida daqueles que nasceram ou escolheram o Rio Grande do Norte como o estado para residir e trabalhar.

Deixamos registrado nosso compromisso de continuar nessa labuta diária para quebrar o ciclo de violência e de propagação da criminalidade.

Nós almejamos a paz e trabalhamos por ela!

Clique aqui para acessar a publicação na íntegra http://bit.ly/2vGzZO8

 

 

No Comments

There aren't any comments yet. Be the first!

 
 

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>