abr03

Proporcionar ao público uma percepção da violência homicida que atinge o Rio Grande do Norte. Essa é umas coordenadas que orienta a bússola empregada pelo pesquisador Ivenio Hermes no estudo de temáticas relacionadas à segurança pública no estado potiguar. E é na obra “Metadados 2014 Anuário Sobre a Violência no Rio Grande do Norte” que o especialista reúne informações textuais e numéricas que compõem o quadro dos crimes violentos letais intencionais no “território elefante” registrados no decorrer do ano 2014 e ainda comparando-os com os de 2013.

Metadados 2014

A publicação organizada por Hermes com a colaboração de outros nove profissionais sai do lugar-comum ao analisar os aspectos sociais ligados aos homicídios notificados no estado. Dividida em 18 capítulos, a obra também apresenta alternativas diretas ou transversais de combate e/ou diminuição dessa realidade violenta.

O capítulo inicial traz uma espécie de contador de CVLIs ocorridos em 2014, denominado de Cvlímetro. A parte seguinte aborda a metodologia diferenciada utilizada pelo autor para contabilizar os casos, sem limitar as mortes apenas às estatísticas, o que transformaria os casos em meros números, mas relacionando-as com análises criminais e de gestão, redefinindo com metadados a dimensão do que pode ser extraído do antes poderia ser uma simples contagem de números da violência.

A obra contempla questões consideradas polêmicas como a maioridade penal, o uso do álcool, as medidas profiláticas de combate à violência e até sobre abuso infantil e o perfil dos criminosos abusadores.

Metadados 2014: Anuário sobre a violência no Rio Grande do Norte, pode ser lido on line pelo link Issu http://bit.ly/1OWQUNY, e quem quiser um exemplar impresso pode adquirir pelo Clube de Autores http://bit.ly/1DnKTqG.

A dedicatória inicial registrada na obra “Aos Que Partiram Sem Aplausos” retrata com excelência o foco humanístico do Metadados 2014: “Aos pelo menos 1.774 que encontraram a morte…E que partiram. Sem aplausos, vivas, ou toadas. Pra sempre, em 2014, no rio grande sem sorte.”

 

 

No Comments

There aren't any comments yet. Be the first!

 
 

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>